Restaurante Picolino

ESTILOS DOS CHAMPAGNES

Pinterest
Champagne: vinho espumante francês produzido obrigatoriamente na região de Champagne, com vinhos bases das castas Chardonnay, Pinot Noir, Pinot Meunierpelo método champenoise ou tradicional. Para ser classificado como Champagne nenhuma das três condições anteriores pode ser alterada, além de ter que permanecer nas caves para amadurecimento no mínimo por 36 meses. Alguns Champagnes tops amadurecem por até 72/86 meses.

Estilos de Champagnes com base na doçura e secura
Os estilos se diferenciam pelo residual de açúcar em gramas por litro. Extra Brut: 0-6 g/l. Totalmente seca a muito seca. Representam menos que 1% da produção atual;
Brut: 0-15 g/l. Totalmente seca a levemente seca. Representam mais que 90% da produção atual;
Extra sec (extra dry): 12-20g/l. Levemente seca a não seca. Representam entre 2-3% da produção atual;
Sec (Dry) 17-35g/l. Medianamente seca;
Demi-sec (Medium dry) 35-50 g/l. Representam menos de 1% da produção;
Doux (Sweet) > 50g/l. São muito doces e são quase raridades na atualidade.

Estilos de Champagnes com base na cor

Existem Champagnes apenas brancos ou rosés. Como os vinhos bases podem ser feitos com as uvas tintas Pinot Noir e Pinot Meunier, estes podem ser vinificados com macerações diferenciadas que lhes dão cor e corpo.

Estilos de Champagnes com base na emoção

Champagnes com corpo
Evidenciam estrutura, intensidade e poder. Podem ser jovens, maduros, safrados sendo feitos com predominância das uvas Pinot Noir e Pinot Meunier, duas uvas que criam aromas distintos e dão profundidade, potência e vigor.
São champagnes “musculosos” com aromas e flavours de violetas, especiarias, trufas, manteiga fresca, tabaco, trigo maduro e biscoitos.

Champagnes com coração
Estes Champagnes são frescos, generosos, suaves e sempre bem equilibrados.Mesmo quando bruts, maduros ou safrados, não perdem seu frescor e suavidade. Neles apredominância é também do Pinot Noir e Pinot Meunier.
Podem ser Rosé ou Demi-sec com suas cores variando do amarelo dourado, ao rosa profundo. Nos aromas predominam rosas, mel, pêssegos, pêras, laranja confeitada, gengibre. No palato são redondos e leves.

Champagnes com espírito
São os mais delicados, luminosos e vivos. Geralmente bruts ou “blanc de blancs” sãofeitos com a uva Chardonnay. Envelhecem maravilhosamente bem, quando atingem seu apogeu. São vivos e brilhantes. A perlage é abundante, intensa, delicada. Os aromas lembram frutas frescas, cítricos, frutas tropicais, frutas exóticas, menta, hortelã e amêndoas frescas. Sua espuma é cremosa e a auréola criada pelas bolhas forma um verdadeiro colar de pérolas.

Champagnes com alma
São os Vintages mais raros, mais completos, mais procurados por colecionadores com adegas de escol, onde reinam os cuvées especiais. São complexos, maduros, ricos e de safras excepcionais. Sua perlage apresenta bolhas minúsculas e sua cor é de ouro velho, podendo chegar ao âmbar. Inspiram um respeito quase “religioso”entre a maioria de seus apreciadores, que normalmente os degustam em situações especiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.