Restaurante Picolino

ESTILOS DE VINHOS TINTOS

Pinterest
Secos e Leves (10%-12%): vinhos tintos jovens, simples para serem degustados em até três anos após a safra. Nestes vinhos o carvalho nunca é mais do que um toque. São frescos, frutosos e tem tanino baixo. Podem ser servidos levemente refrescados particularmente no verão. Harmonizam com frios e embutidos em geral, e queijos com medido ou baixo teores de gordura.
Exemplos: Beaujolais, Bordeauxs baratos, Borgonhas baratos sem carvalho, Sancerre, Vin de Pays, Vinhos básicos do Sul (França), Bardolino, Folino Merlot, Dolceto D´Alba, Sangiovese di Romana, Sangiovese di Toscana, Valpolicella, Vini di Tavola (Itália), vinhos baratos sem carvalho (Portugal, Espanha), Cabernet Franc (Uruguai), Bonarda, Barbera (Argentina), Pinot Noir (Alemanha, Austria, Suíça), Merlots sem carvalho (Mundo Novo, Norte da Italia).

Secos semi para bem encorpados (12,5%-13,5%):
alguns anos atrás seriam apenas semi-encorpados. Uma vasta literatura ainda os classifica desta forma. Mas, como modernamente os vinhos tem se tornado mais cheios e maiores, melhor seria defini-los como semi para bem encorpados. Envelhecidos em tonéis de carvalho, incluem muitos dos melhores franceses e outros clássicos mundiais. Quando jovens têm caráter frutado, mas com 8-10 anos evoluem e ganham maciez.
Harmonizam com carnes vermelhas, embutidos condimentados, massas com tomate e queijos gordurosos com pouca ou sem incrustações.
Exemplos: Borgonhas, Bordeauxs, Cotes du Rhone Villages, Crozes Hermitage (França), Barberas, Barolos, Chianti Clássico, Chianti Rufina, Rosso di Montalcino (Itália), Navarras, Priorato, Riojas, Valdepeñas (Espanha), Cabernets e Merlots (Chile, N. Zelândia), Pinot Noirs (Novo Mundo), Blends de Shiraz (Australia).

Encorpados, cheios e algo picantes (>12,5%):
geralmente envelhecidos em tonéis de carvalho, alguns são tânicos quando jovens e outros são suaves. São concentrados, intensos, maduros, ricos e muito saborosos. A concentração elevada de álcool é significativa. Embora pouco se sinta o seu gosto, contribui para uma sensação mais suave quase doce e para o aroma do vinho.
As uvas que os produzem geralmente crescem em solos pouco férteis, rochosos que obrigam as vinhas a penetrarem profundamente para conseguirem os nutrientes necessários.
Harmonizam, por serem vinhos encorpados e aromáticos, com comidas fortemente temperadas como grelhados na brasa, churrascos, pratos modernos que misturam condimentos, carnes de caças, assados de cabrito e cordeiro, queijos duros com gordura e incrustações.
Exemplos: Malbec (Argentina), Cabernet Sauvignon (Chile), Pinotage (África do Sul), Zinfandel, Shiraz e Merlot (Califórnia), Shiraz, Grenache, Mourvèdre (Austrália), Bordeauxs Crus Classés, Châteauneuf-du-Pape, Languedoc, Bandol (França), Ribera del Duero, Toro, Priorato, Rioja Reserva e Gran Reserva (Espanha), Barbaresco, Brunello di Montalcino, Chianti Clássico Riserva, Primitivo, Amarone di Valpolicella (Itália), Douro, Alentejo (Portugal).

Doces naturais:
vinhos de sobremesa não-fortificados com longo período de maturação. Apresentam aromas de compotas, mel, laranja em calda. Para serem degustados após as refeições sozinhos ou em harmonizações com chocolates, doces à base de chocolates, toffee.
Exemplos: Banyulls, Maury, Rivesaltes (França), Passito, Recioto Della Valpolicella (Itália), Mavrodaphne of Patras (Grécia).

Doces fortificados (18%-22%):
vinhos fortificados com aguardente vínica de coloração escura, densos, doces e com alto teor alcoólico. Evoluem para melhor depois de alguns anos de envelhecimento. O vinho do Porto é maior referencia. São bons para serem degustados sozinhos após uma boa refeição ou com queijo azul.
Exemplos: Porto Colheita, Porto Vintage, Porto Tawny, Porto Ruby (Portugal), Pedro Ximenez, Jerez Oloroso Dulce (Espanha), Licor Muscats e Licor Tokays (Austrália), Boal, Malvasianos (Ilha da Madeira), Marsala Superiore Garibaldi Dolce (Itália), Woodbridge Portacinco (Califórnia), Morgenhof Late Bottled Vintage (África de Sul).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.